top of page
Buscar
  • mukaigisele

Dores na coluna são tão comuns quanto são incômodas. Mas o Pilates pode ajudar contra isso.




Saiba como cuidar melhor da sua coluna.

Uma das razões pelas quais as pessoas frequentemente buscam o Pilates são as dores na coluna. Existem muitas doenças que têm essa dor entre seus sintomas diretos ou indiretos, como fibromialgia, depressão, artrite, câncer, hérnia de disco, osteoartrose e cálculo renal, por exemplo. No entanto, não são apenas doenças que podem provocá-las.

Na realidade, na maior parte dos casos, as dores só são claramente diagnosticadas em casos de trauma direto, como pancadas ou fraturas. Mas esse tipo de incômodo não é incomum porque muitos fatores no mundo moderno podem desenvolver essas dores, como sedentarismo, sobrepeso, má postura durante o dia de trabalho, entre outros motivos.

Ou seja, qualquer um pode sofrer com isso. A boa notícia é que a prática regular de atividades físicas pode ajudar bastante a amenizar ou mesmo eliminar essas dores. Especialmente se forem práticas especificamente pensadas para isso, como as encontradas no Pilates.


Como o Pilates pode ajudar contra dores na coluna?


Como dito anteriormente, existem muitas prováveis causas das dores na coluna. A coluna vertebral é um conjunto de ossos chamados de vértebras, que são divididas em regiões: cervical, torácica, lombar, sacro e cóccix. Dessa forma, é preciso avaliar cada caso individualmente, para que os benefícios da prática possam ser maiores.

Para ajudar na melhora geral de dores na coluna, o Pilates vai trabalhar especificamente com um grupo muscular chamado Power House, composto por Transverso do Abdômen, Multifídeos, os músculos que compõem o Assoalho Pélvico e o Diafragma. Esses músculos compõem o entorno da estrutura basal da coluna, e seu reforço ajuda a dar a sustentação que ela precisa para aliviar dores e reabilitar lesões.

Via de regra, todos os princípios da contrologia se aplicam aqui também, trabalhando para proteger a coluna através de reforço, alongamento e reprogramação muscular, assim como o aumento da consciência corporal. Com isso, a musculatura pode fazer com que a coluna permaneça na posição correta, alinhando as vértebras e aliviando as dores.


Faça sua parte contra as dores na coluna


Embora a prática do Pilates seja bastante útil, somente ele não faz milagre. Se muitas vezes dores na coluna são provocadas pela maneira como vivemos no dia a dia, é preciso mudar esses hábitos cotidianos para colaborar com o trabalho de reforço:

· Seja ativo: O Pilates ajuda, mas apenas um par de horas por semana não é o bastante para manter a saúde da coluna em dia. Pratique outras atividades físicas, controle seu peso e mantenha-se ativo, pois o sedentarismo é sempre uma das prováveis causas das dores.

· Atenção à postura: Muitas pessoas trabalham sentadas e é natural esquecer a postura durante o dia. Preste atenção na maneira como você se senta, e lembre-se de levantar e andar um pouco a cada uma ou duas horas, para relaxar a postura. Alongar-se também ajuda a manter uma boa postura no cotidiano.

· Cuidado ao levantar e manusear peso: traumas diretos não são apenas pancadas e fraturas. Um trauma bastante comum ocorre quando pessoas levantam e carregam pesos excessivos. Preste atenção e tome cuidado para não ir além da sua capacidade. E caso você precise trabalhar com peso, foque no reforço da musculatura com exercícios e acompanhamento adequados.

O Studio Gisele Mukai está te esperando

Nossos profissionais são preparados para cuidar da saúde da sua coluna e estão prontos para te ajudar. Entre em contato conosco e agende sua aula experimental!


15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page